Cotações

Dólar

Euro

Campo Novo do Parecis

Milho Disponível

R$ 15,00
(compra)

0%

Sorriso

Soja Disponível

R$ 54,50
(compra)

0%

Lucas do Rio Verde

Boi à Vista

R$ 129,17
(compra)

0%

Rosário Oeste

Vaca à Vista

R$ 122,85
(compra)

-1%

25.11.2013 | 14h36
Tamanho do texto A- A+


Economia / PESQUISA IBGE

Mato Grosso é destaque de crescimento no PIB nacional

Segundo dados divulgados na última sexta-feira (22.11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), este ganho de Mato Grosso está relacionado à expansão da agropecuária



Maior estado agrícola do país, Mato Grosso apresentou crescimento do valor monetário no Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2011, saindo de R$ 59,6 bilhões em 2010 para R$ 71,4 bilhões, um aumento nominal de 19,83%. Já a taxa de crescimento real da economia do Estado foi de 9,9%, bem superior ao crescimento da economia brasileira, fixada em 2,7% em 2011.

Segundo dados divulgados na última sexta-feira (22.11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), este ganho de Mato Grosso está relacionado à expansão da agropecuária, influenciada pelo aumento do preço do milho e elevação da produção de soja. A indústria de transformação e o comércio também contribuíram para o incremento da participação do PIB do Estado.

Para o governador Silval Barbosa, os números do IBGE colocam mais uma vez Mato Grosso como um dos principais Estados do Brasil, tendo o agronegócio como atividade principal. “O processo econômico pelo qual nosso Estado passa na última década é exuberante, com índices de crescimento semelhante ao chinês”, ressaltou o governador, ao lembrar também do potencial de Mato Grosso nos diversos segmentos econômicos.

Conforme o IBGE, a região Centro-Oeste é a que apresentou o maior crescimento da atividade na economia dos estados em 2011. Goiás e Mato Grosso foram os estados que mais contribuíram para este aumento. Em 2002, a participação da região no PIB nacional era de apenas 8,8%, passando para 9,6% em 2011.

O secretário de Fazenda de Mato Grosso, Marcel Souza de Cursi, destaca que os principais fatores que impulsionaram o crescimento do PIB mato-grossense foram o aumento da produção de grãos e carnes, e a elevação de investimentos em infraestrutura.

“Nosso Estado não para, temos construções de usinas hidrelétricas, surgimento de novas plantas industriais e forte expansão do comércio. Tudo isso reflete na economia, que, a partir do próximo ano, terá ainda o reflexo das obras da Copa do Mundo de 2014”, concluiu Marcel de Cursi.

Para o economista Vivaldo Lopes, secretário-adjunto do Tesouro Estadual da Secretaria de Fazenda (Sefaz-MT), Mato Grosso vinha num ritmo forte de crescimento, freado nos anos de 2008 e 2009. “Isso refletiu no PIB de 2010 e agora o Estado está voltando a crescer, retomando a força do tigre pantaneiro. Com certeza sentiremos o reflexo positivo nos próximos anos”.

PIB PER CAPITA

O PIB per capita de Mato Grosso fechou em R$ 23.218,24 no ano de 2011, integrando a lista de estados que apresentaram PIB per capita acima da média brasileira (R$ 21.535,65). Mato Grosso ficou atrás apenas do Distrito Federal e Estados mais desenvolvidos, como São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

“Mato Grosso superou em renda per capita Estados como Minas Gerais, Paraná, Goiás e Mato Grosso do Sul. Isso é um ganho para o nosso Estado, que está crescendo economicamente e se despontando entre os melhores do país”, lembrou o secretário-adjunto da Receita Pública da Sefaz-MT, Jonil Vital de Souza.

Em 2011, o Distrito Federal registrou o maior PIB per capita brasileiro: R$ 63.020,02, quase três vezes a média brasileira e quase o dobro da registrada em São Paulo (R$ 32.449,06), o segundo maior do país. Entre os Estados com PIB per capita menor, constam Maranhão (R$ 7.852,71) e Piauí (R$ 7.835,75).


AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Institucional

Enquete

Você concorda com a proibição da entrada de menores de 18 anos sem os pais nos shoppings de Cuiabá?

Sim, pois infelizmente muitos vão para bagunçar

Não, pois os shoppings não podem colocar todo mundo na vala comum

  • Parcial Votar

Vídeos

Caminhão despenca após ser içado junto de contêiner

Rapaz escapa de ser esmagado por guindaste

De cueca e patins, rapaz entrega alianças em casamento

Newsletter



Mato Grosso Notícias © 2013 - Todos os direitos reservados