Terça, 11 de dezembro de 2018, 09h50
Tamanho do texto A- A+


Esportes / santos

Após 6h de reunião, Peres volta a negar mais técnicos

A longa duração da reunião foi motivo para debater sobre questões financeiras do clube

Depois de 6h de reunião com o Comitê de Gestão do Santos, na Vila Belmiro, o presidente José Carlos Peres voltou a negar nomes de técnicos para 2019: Dunga e Ariel Holan. A dupla foi motivo de especulação, mas o mandatário garante que não há negociação.

A longa duração da reunião foi motivo para debater sobre questões financeiras do clube, do Sócio Rei e pontualmente sobre a decisão de um treinador. O plano A, mantido em sigilo, é para não atrapalhar o negócio.

- Foi tranquila (a reunião). Sem novidades. Não (tem verdade nas especulações) - resumiu Peres em rápido contato com o LANCE!.

O mandatário tem algumas preferências por reforços no mercado e já iniciou alguns contatos, segundo apurou a reportagem. Entretanto, ele ainda quer esperar pelo futuro técnico para que ele aprove a lista.

Em novembro, Peres negou dez nomes para o comando do Santos. Ele reforçou a dificuldade de adaptação dos estrangeiros, mas elogiou Holan.

- Nunca teve Rogério Ceni e Roger Machado. Aguirre não, Dorival não. Lisca e Guto Ferreira não estão na lista. Muricy é um bom nome, mas não quer trabalhar. Sampaoli esquece. Osorio esquece. Roberto Martinez não dá. Holan é um grande nome, mas tem contrato. E é muito difícil um estrangeiro dar certo no Brasil. Prioridade é um brasileiro. Será um treinador bom. Não podemos falar antes de concretizar, porque a negociação fica mais difícil. São três nomes no mínimo - afirmou.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados