Terça, 12 de setembro de 2017, 14h38
Tamanho do texto A- A+


Esportes / Em 'situação terrível'

São Paulo aceita ajuda 'informal' de Muricy e banca Dorival

A vice-lanterna do São Paulo na tabela aumenta a pressão na diretoria, mas o diretor segue acreditando no trabalho feito

O diretor de futebol do São Paulo, Vinícius Pinotti, concedeu entrevista coletiva no CT da Barra Funda nesta manhã e falou sobre a situação que a equipe vive no Campeonato Brasileiro, envolvendo também a permanência de Dorival Júnior e uma possível chegada de Muricy Ramalho ao clube.

 

 

"A situação é horrível, é claro que a gente está temeroso, temos trabalhado bastante para reverter isso, não é agora. Estamos preocupados há um tempo. Quanto a Dorival, estamos satisfeitos com o trabalho dele", disse Pinotti.

 

A vice-lanterna do São Paulo na tabela aumenta a pressão na diretoria, mas o diretor segue acreditando no trabalho feito. "Pressão faz parte da vida, quando assumi aqui eu já imaginava que teria pressão, não tem problema, sei conviver com democracia. Tenho confiança no meu trabalho, no trabalho desenvolvido no CT, modificações que fizemos. Meu relacionamento com o Leco é o melhor possível", afirmou o diretor.

 

Pinotti também falou sobre uma volta de Muricy Ramalho ao clube e se mostrou favorável ao tema. Um abaixo-assinado com 7500 assinaturas feito através de uma torcida organizada foi entregue a diretoria pedindo pelo seu retorno, desta vez como coordenador técnico.

 

"Tomamos conhecimento sobre a declaração do Muricy, sabemos que ele tem contrato (de comentarista), ele é muito honesto, cumpre seus compromissos, mas nada impede que ele possa vir a ajudar o São Paulo", falou Pinotti.

 

"O Muricy não pode assumir nenhuma função oficial no São Paulo, o que não impede de ele trabalhar informalmente, ele já fez isso com outros presidentes. Oficialmente esse cargo não tem intenção de ser criado. Toda vez que se fala de coordenador técnico, você precisa falar com o seu técnico. Zagallo e Parreira, Felipão e Murtosa, era bom pra todo mundo. Não podemos impor um coordenador ao Dorival", disse o dirigente.

 

Apesar de considerar uma boa ideia, Pinotti não deu mais pistas sobre o assunto.

 

"Não posso dar mais detalhes sobre o Muricy, já tivemos alguns contatos, ficamos felizes com a declaração pública dele, mas não posso mais falar sobre isso", completou.

 



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2013 - Todos os direitos reservados