Quarta, 12 de dezembro de 2018, 10h26
Tamanho do texto A- A+


Esportes / Com gol de Lucas

Tottenham arranca empate com o Barça e elimina Inter

Com o empate, os Spurs conseguiram o avanço para as oitavas da Champions

Com um time misto em campo – Messi iniciando a partida no banco de reservas e Luis Suárez sequer sendo relacionado -, o Barcelona recebeu o Tottenham no Camp Nou pela última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões nesta terça-feira. Melhor para os ingleses, que lutavam para garantir a classificação no Grupo B da competição: placar de 1 a 1, com gols de Dembélé, em favor dos donos da casa, e o brasileiro Lucas Moura, para os visitantes.

Com o empate, os Spurs conseguiram o avanço para as oitavas da Champions. Isso porque no outro jogo do grupo, a Inter de Milão sofreu, mas conseguiu empatar com o PSV por 1 a 1 – no entanto, o ponto marcado acabou por não ser suficiente para os italianos, que disputarão a Liga Europa em 2019.

Tal chave da Champions terminou com o clube blaugrana na liderança, com 14 pontos e campanha de quatro vitórias e dois empates. O Tottenham acabou a primeira fase em segundo, com oito pontos, mesma marca da Inter de Milão. Entretanto, os ingleses levavam vantagem no critério de desempate (confronto direto), devido ao gol marcado fora de casa diante dos nerazzurri.

O jogo – Logo aos seis minutos de partida, o ‘atrasadinho’ Dembélé inaugurou o marcador no Camp Nou. Eriksen cobrou falta para a área blaugrana e a zaga do Barça afastou. Na sobra, o lateral Walker-Peters ficou com a bola, mas sofreu marcação sob pressão do atacante francês e acabou devolvendo a posse de bola aos mandantes. Dembélé arrancou com a bola e, dentro da grande área, fintou o próprio Walker-Peters, deixando-o no chão, só tendo o trabalho de deslocar Lloris e fazer o primeiro tento do duelo.

Até a marca de meia hora de confronto, o Tottenham não conseguia criar e assistia ao estilo de jogo do Barcelona. Em dois minutos, no entanto, os comandados de Mauricio Pochettino chegaram com perigo três vezes: na primeira, Rose cruzou para o coreano Son, mas o ponta não conseguiu chegar na bola; um minuto depois, Harry Kane bateu falta com perigo; por fim, no lance seguinte, Son ficou cara a cara com Cillessen, mas parou em linda defesa do arqueiro holandês.

Na reta final do período inicial, os mandantes voltaram a controlar o jogo. Aos 44 minutos, o brasileiro Coutinho fez a jogada individual para cima de três defensores dos Spurs e chutou com firmeza, acertando a trave do goleiro francês Lloris.

A etapa final viu ambas os times alternarem momentos de superioridade. Ou seja: a parte inicial do confronto, em sua maioria, foi equilibrada. Depois de finalizações de Eriksen, Harry Kane, Philippe Coutinho e Heung-Min Son, o Barça marcou novamente, mas teve o tento anulado.

Aos 13, o meia brasileiro Coutinho encontrou Munir em velocidade e deu assistência para o espanhol. O atacante conseguiu desbancar Lloris e balançou as redes, mas o gol foi anulado pelo bandeirinha da partida, que assinalou impedimento.

Quatro minutos depois, depois de grande chance de Dembélé, o camisa 10 blaugrana, Lionel Messi, saiu do banco de reservas e substituiu Munir. Aos 24, o dinamarquês Eriksen não desperdiçou assistência de Rose e pegou “na veia”, mas o goleiro do Barça fez uma defesa espetacular.

Ao mesmo tempo, Mauro Icardi fazia o gol de empate da Inter de Milão, voltando a colocar os italianos na zona de classificação para a fase de mata-mata da Liga dos Campeões. A partir daí, o Tottenham foi ainda mais para cima, precisando urgentemente do gol.

A estratégia foi vista em ação pouco depois. Sissoko cruzou para a grande área e o pequenino Lucas apareceu livre para o cabeceio, mas Cillessen fez nova ótima defesa. No rebote, o brasileiro finalizou com categoria, mas não acertou a meta blaugrana.

No lance seguinte à nova finalização na trave de Coutinho, o Tottenham colheu os frutos da abordagem ainda mais ofensiva. Lamela serviu o artilheiro Harry Kane, que surpreendentemente arrancou pela lateral da grande área. O centroavante inglês cruzou forte, rasteiro, e encontrou Lucas: o ex-São Paulo não desperdiçou a oportunidade e enfim balançou as redes de Cillessen: 1 a 1 e classificação dos Spurs garantida.

Inter decepciona, empata com o PSV e acaba eliminado

Os primeiros dez minutos de confronto no Giuseppe Meazza deram esperança ao torcedor do time italiano. Antes de tal marca, os donos da casa chegaram com perigo três vezes: finalizações de Asamoah, Perisic e D’Ambrosio. Além disso, o gol do Barça dava ânimo aos mandantes, que em tal cenário, avançavam com um empate.

No entanto, o PSV não estava ali para participar da festa da Inter de Milão. Aos 12, Asamoah vacilou e deu a bola de graça para Bergwijn, que arrancou para a linha de fundo e cruzou, na medida, para o mexicano Lozano: cabeceio forte e 1 a 0 para os holandeses.

Depois do tento, os italianos sentiram o golpe e quase permitiram o segundo gol adversário. No entanto, pouco a pouco, os comandados de Luciano Spaletti foram retomando as rédeas do embate, ficando mais com a posse de bola e arriscando mais ao gol rival.

Sem conseguir o gol nos primeiros 45 minutos, a Inter foi para cima na etapa final. No terceiro minuto do período, Borja Valero serviu o atacante argentino Icardi, que finalizou cruzado. No entanto, o arqueiro Zoet fez bela defesa e impediu o empate na partida.

Após a oportunidade, os italianos colocaram fogo no jogo. Tentando com Politano, em chute de canhota, Valero, em finalização do meio, além de Keita Baldé, a Inter de Milão parou em Zoet, que defendeu todas as chances rivais. Pouco depois, foi a vez de Icardi assustar em rebote de cobrança de falta.

Aos 27 minutos do segundo tempo, enfim a pressão dos mandantes acabou em gol. Politano cruzou de longe, pela direita, e Icardi se desprendeu da marcação dentro da área para, sozinho, enfim desbancar Zoet de cabeça: 1 a 1 e tudo igual no Giuseppe Meazza.

No entanto, o gol do Tottenham de Lucas Moura acabou por determinar a eliminação da Inter de Milão, que precisava somar mais pontos que os rivais ingleses. No último lance, Lautaro Martínez perdeu uma chance na cara do gol e desperdiçou aquele que poderia ser o tento da classificação nerazzurri.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados