Sábado, 21 de novembro de 2015, 16h00
Tamanho do texto A- A+


Geral / GRÉCIA

"É quase impossível" detectar jihadistas entre os refugiados

Autoridades gregas consideram ser quase impossível identificar perigosos extremistas entre os migrantes que chegam à Europa

"Se não estiverem já registrados numa base de dados, é quase impossível", disse Dimitris Amountzias, capitão da polícia de Moria, o principal campo de registro da ilha de Lesbos.

 

Neste campo, dezenas de migrantes e refugiados fazem fila para deixarem as suas impressões digitais, tirarem fotografias e serem interrogados por agentes da agência europeia Frontex.

 

"Não passa pela cabeça de nenhum agente da polícia deixar passar um único migrante sem ficar com as impressões digitais", garantiu o responsável, durante uma visita ao campo do comissário europeu da Saúde, Vytenis Andriukaitis. Sem um passe emitido após este procedimento, os migrantes não podem comprar o bilhete de ferry para seguir viagem, explicou.

 

No entanto, este documento, facilmente falsificável, já é objeto de tráfico. Seis paquistaneses foram detidos na quarta-feira, em Lesbos, acusados de terem vendido documentos falsos.

 

"Contrariamente ao que se pensa, é fácil entrar e sair da União Europeia sem se ser detectado", explicou o criminologista Christophe Naudin, especialista em fraude de documentos.

 

"Não sabemos verdadeiramente quem passa", acrescentou, explicando que, apesar de a maioria dos sírios ter documentos que "podem, em termos gerais, ser verificados no que toca à autenticidade", não é sempre possível "determinar se verdadeiramente pertencem aos seus portadores".

 

O ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, sugeriu, esta semana, que Abdelhamid Abaaoud, suspeito de ser o mentor dos ataques de Paris, passou pela Grécia no percurso da Síria para a Europa

 

A sugestão foi negada por Atenas, através de um comunicado do Ministério da Proteção dos Cidadãos, na sexta-feira: "Até hoje, nenhuma fonte forneceu qualquer prova que confirme esta afirmação".



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados