Quinta, 21 de junho de 2018, 09h54
Tamanho do texto A- A+


Geral / R$ 40 milhões

Lucimar fiscaliza obras de asfalto e de saúde

Serão revitalizados e requalificados 100 km de ruas e avenidas com R$ 20 milhões em recursos próprios. Empréstimo de R$ 20 milhões do Banco do Brasil será destinado para novas ruas e avenidas

Investimentos da ordem de R$ 40 milhões estão sendo aplicados em benefício da população de Várzea Grande em obras de recuperação de pavimento asfáltico, da UPA do Grande Cristo Rei e de sete Unidades Básicas de Saúde - UBS em diversos bairros da cidade.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos acompanhou as obras da recuperação da malha asfáltica iniciadas pela Cohab Cristo Rei que está recebendo obras de revitalização e requalificação do antigo asfalto. “Serão 100 km de pavimentos antigos recuperados e começamos pela Cohab Cristo Rei, mas em todas as regiões de Várzea Grande haverão obras”, disse Lucimar Sacre de Campos.

A prefeita lembrou que serão investidos R$ 20 milhões de recursos próprios vindos da arrecadação dos impostos municipais para obras de revitalização de pavimento e outros R$ 20 milhões do empréstimo assinado com o Banco do Brasil para obras de novas ruas e avenidas.

Na Cohab Cristo Rei, por exemplo, serão dez quilômetros de revitalização, trabalho que inclui não apenas um novo pavimento, como também recuperação de bueiros, limpeza, pintura de meio fio e até a construção de uma ponte que liga o bairro à Avenida 31 de Março.

Lucimar Sacre de Campos e o vice-prefeito, José Hazama, conferiram acompanhados dos secretários municipais, o andamento dos trabalhos e, principalmente, o ritmo das obras e a qualidade do serviço prestado. “Essa recuperação do pavimento está sendo feita em vários bairros da cidade, contemplados pelo ‘chamado asfalto quente’ e com camada de 5 centímetros. Nos quatro cantos de Várzea Grande há movimentação de máquinas e trabalhadores, movimentação essa que será acelerada a partir de agora, já que definitivamente entramos na estiagem”,afirmou a prefeita.

O asfalto utilizado, como explicou o secretário de Viação, Obras e Urbanismo, Luiz Celso de Moraes, é o Concreto Betuminoso Usinado a Quente, mais conhecido como CBUQ. “De maneira simultânea vários bairros estão sendo atendidos, como Jardim dos Estados, Jardim Glória, Jardim Alá, Via Arthur e a Cohab Cristo Rei. “Serão 100 quilômetros de vias recuperadas e todo esse serviço é um dos retornos que essa administração oferta à população como fruto dos impostos que recolhe. Onde andamos em Várzea Grande há uma obra em execução, seja ela de mobilidade, como a revitalização asfáltica, seja pela construção de escolas, de creches, de unidades de saúde, de melhorias no fornecimento de água, fora as ações que estão garantindo a posse definitiva de imóveis e as ações diárias de limpeza urbana”.

Conversando com os moradores que acompanham a aplicação do asfalto novo, a prefeita reforçou a necessidade de ações de recuperação das vias. “A Cohab Cristo Rei é bastante antiga, o pavimento estava deteriorado e necessitava de recuperação, até porque é uma região populosa, de trânsito pesado e bem abastecido por linha do transporte coletivo. Nenhuma demanda está sendo deixada de lado ou preterida, nossa gestão está com mais de 70 frentes de trabalho espalhadas, ação que faz parte de um plano de trabalho estratégico e voltado ao desenvolvimento de Várzea Grande”.

Como consequência das obras, a prefeita destacou ainda que além de todos os benefícios que chegam a partir dessas ações, os projetos estão ampliando a oferta de empregos formais e consequentemente, gerando renda. “Somente a prefeitura tem um potencial de ofertar mais de 5 mil vagas de empregos formais dentro de um pacote geral de obras para várias áreas estruturais da cidade orçado em quase R$ 200 milhões para execução em 2018”.

Moradores antigos, como o ‘seo’ Luiz Soares e o comerciante Eudes Ferreira, contam que a revitalização era esperada e necessária, já que o bairro tem mais de 30 anos e não havia recebido nenhuma melhoria de mobilidade, nestes últimos 10 anos. “Os trabalhos na minha rua, a Pimenta Bueno, também conhecida como rua 18, começaram e não vejo a hora de ver tudo lisinho novamente, como era nos anos 80”, comentou o ‘seo’ Luiz, que reside no local há 26 anos.

Eudes, dono do Mercado Paraná, conta que as entregas ao estabelecimento eram sempre acompanhadas de reclamações dos motoristas em relação à “buraqueira”. “A prefeitura já havia feito tapa-buracos, mas sabia que o reparo por aqui deveria ser mais estrutural e agora, a prefeita voltou para reconstruir as vias. Como fico na esquina, e moro em outra rua, estou sendo beneficiado três vezes”, brincou. O comércio existe há 8 anos, mas eu moro aqui na Cohab há cerca de 35 anos”.

SAÚDE - Ainda dentro do Grande Cristo Rei, a prefeita foi conferir o ritmo acelerado das obras da UPA 24h, que está sendo construída na Avenida Dom Orlando Chaves. Os responsáveis pelo projeto disseram que antes do final desse primeiro semestre mais de 60% estarão concluídos.

Serão investidos nas obras e na aquisição de equipamentos R$ 8 milhões de reais entre recursos federais e municipais. De acordo com o projeto arquitetônico, a nova UPA será edificada como Porte I, com sete leitos de observação e atuará na área de abrangência de 50 mil a 100 mil habitantes.

“Essa unidade reforça o atendimento de saúde na região e deverá ser referência, integrada a outras três policlínicas, a do próprio Cristo Rei, Unipark e Parque do Lago, fora outras unidades básicas de saúde ou postos espalhados por toda a região”, disse a prefeita.

O vice-prefeito, José Hazama, lembrou que a UPA do Cristo Rei é apenas uma de um ‘pacote’ específico para a área da saúde. “Serão construídas e entregues sete Unidades Básicas de Saúde - UBS nos bairros Construmat, São Mateus, Cabo Michel, Jardim Eldorado, Aurília Sales Curvo, 8 de Março e Santa Isabel II, orçado em outros R$ 12 milhões”.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados