Quinta, 12 de novembro de 2015, 09h05
Tamanho do texto A- A+


Geral

Pio da Silva encabeça chapa de estudiosos do Direito

A educação é uma das ferramentas mais poderosas de transformação de uma sociedade

A educação é uma das ferramentas mais poderosas de transformação de uma sociedade. Por meio dela, ampliamos nossos horizontes, somos capazes de alcançar objetivos intangíveis e por isso deve ser utilizado com sabedoria: o conhecimento. Pensando nisso, Pio da Silva, candidato a presidente da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Mato Grosso (OAB-MT) e sua vice, a advogada Adelina Neres de Sousa Campos, definiram a área como uma de suas prioridades.

 

Pio da Silva, Doutor em Ciências Jurídicas e Sociais, e Adelina Neres, doutoranda pela Universidad de Rosário (Argentina), destacam a importância da Escola Superior de Advocacia (ESA) para os advogados e advogadas de Mato Grosso. A instituição, criada em 1990, tem o objetivo de contribuir na formação dos operadores e dos estagiários do Direito, oferecendo cursos e treinamentos na área. Uma das propostas da chapa “OAB em Transformação- Oposição de verdade”, encabeçada por Pio e Adelina, é oferecer gratuidade para profissionais em início de carreira.

 

“Todos os cursos e palestras da ESA serão gratuitos para advogados com até 5 anos de advocacia e com valores proporcionais ao tempo de inscrição aos demais”, afirma Pio da Silva.

 

Adelina Neres, que também é professora titular do campus de Rondonópolis da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), segue a mesma linha, e sinaliza parcerias que serão estabelecidas com as principais instituições de ensino superior do Estado, como a própria UFMT, a Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), a Universidade de Cuiabá (UNIC) e o Centro Universitário de Várzea Grande (UNIVAG).

 

Segundo ela, a meta é instituir cursos de pós-graduação em parceria com essas instituições de ensino. “Vamos tirar do papel o sonho não só dos advogados e advogadas de Mato Grosso, mas também uma demanda da própria sociedade: a instalação de cursos de especializações e pós-graduação na área do Direito”, afirma a professora Adelina Neres.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados