Terça, 05 de dezembro de 2017, 14h12
Tamanho do texto A- A+


Judiciário / ENERGISA

Mutirão do TJMT negocia R$ 500 mil

Quase 60% das audiências de conciliação e mediação obtivem sucesso

Os moradores de Várzea Grande puderam quitar seus débitos e regularizar suas pendências financeiras com a concessionaria de energia Energisa. As dívidas puderam ser pagas e renegociadas após parceria da empresa com a Central de Conciliação e Mediação do município várzea-grandense. Quase 60% das audiências de conciliação e mediação obtivem sucesso.

O montante arrecadado com os acordos superou a cifra dos R$ 500 mil e os clientes sairam com os nomes fora dos cadastros dos inadimplentes (Serasa e SPC).

O mutirão de conciliação foi direcionado para clientes com débitos em fase pré-processual e processual. Ao todo, 453 clientes compareceram nas audiências. Destes 325 casos pré-processuais (que ainda não se tornaram processos) e outros 128 processos. Foram 170 acordos pré-processuais e 25 processuais.

“Esse número é muito positivo, uma vez que essas divergências entre as partes não se tornarão processos judiciais. Eles não demandarão esforços do judiciário e dos clientes. Além disso, os quase 30 acordos processuais serão arquivados e não precisarão ser julgados um a um pelos magistrados”, disse o assistente do Centro Judiciário de várzea Grande, Fernando Dias.

O auxiliar do Centro também explicou que os acordos são bons para todas as partes. “Para a empresa será excelente, pois ela recupera mais de R$ 500 mil em dívidas. Para o cliente é importante, pois ele regulariza seu nome junto aos órgãos de proteção ao credito e podem ter seu fornecimento de luz reativado. Por fim, para o judiciário serão menos processos para julgar e consequentemente isso tornará mais célere o julgamento dos que ainda não encontraram uma saída amigável”, disse.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2013 - Todos os direitos reservados