Segunda, 04 de junho de 2018, 11h14
Tamanho do texto A- A+


Polícia / carmindo de campos

Polícia evita furto em agência do Banco do Brasil

Dois menores receberiam R$ 5.000,00 cada para observar o local e outro de 21 anos teria a função apenas de desativar o sistema de segurança

Suspeitos entram pelo telhado da Agência do Banco do Brasil da Avenida Carmindo de Campos, em Cuiabá, viram as câmeras para não registrar a movimentação e desativam o sistema de monitoramento. Ao observar a situação, funcionários da empresa de segurança acionaram a Polícia Comunitária da Beira Rio que evitou o furto às 5h desta segunda-feira (04.06), com apoio de outras viaturas, entre elas do Bope e do 9º Batalhão de Polícia Militar. Cinco foram presos, um deles M.A.B.S., 21 anos foi visto saindo pelo telhado e tentou correr.

O suspeito identificado teria escondido uma mochila com uma chave de fenda e um alicate de corte, em uma árvore, próximo ao local. Disse ter sido contratado por uma organização criminosa e que sua função era apenas desativar o sistema de segurança. Com a chegada de um funcionário da Empresa Security, que abriu a agência, foi realizada uma varredura, mas nenhum suspeito estava dentro, apenas materiais foram deixados como pé de cabra.

No celular Motorola de M.A.B.S, que a todo momento recebia mensagens de aplicativos, foram encontradas fotos das viaturas da polícia que faziam rondas na área e da infraestrutura interna do banco. As fotos também ajudaram os policiais a identificarem uma residência nas proximidades da agência onde estavam dois rapazes G.S.C., 16 anos e B.A.L., 15, em frente a um prédio de quitinetes. Os menores tentaram se esconder, cada um indo para uma das quitinetes, foram detidos e confirmaram que estariam participando do furto ao banco. No caso deles, foram contratados para observarem o local, que o furto seria de R$ 500.000,00 e que cada um deles ganharia R$ 5.000,00.

No quarto onde entrou o menor de 15 anos, foi encontrado um rádio de frequência da polícia, que estava sendo usado. B.A.L. disse que o rádio, assim como as ferramentas que estavam no quarto seriam de E.J.N., 22 anos, que morava em outra quitinete com uma adolescente.

No local indicado os policiais encontraram apenas a menor V.J.S.P., 16 anos, um celular Samsung e várias ferramentas. A princípio a adolescente deu outro nome e disse que não conhecia E.J.N., mas depois confirmou conviver com o suspeito, falou seu verdadeiro nome e que estaria grávida. E.J.N. conseguiu fugir. Os demais foram encaminhados para a Central de Flagrantes. O adolescente B.A.L. possuía um RG que ele mesmo adulterou usando o nome de outra pessoa, porém com foto dele.

Materiais apreendidos

Uma luva especial preta, um alicate de pressão, dois pés de cabra do tipo espátula, 21 discos pequenos e cinco discos grandes de corte, uma esmerilhadeira, dois pares de luva cirúrgica, três luvas de pano, uma marreta, um arco de pua, uma chave de fenda grande e três pequenas, duas chaves tipo L, uma extensão elétrica, uma mochila rosa, um ponteiro e uma alça de proteção.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados