Quinta, 20 de abril de 2017, 08h53
Tamanho do texto A- A+


Política / OBRAS DA COPA

Oposição cobra presidente da AL e relatório da CPI será votado na próxima terça

Em seu argumento, Viana justificou a necessidade dos deputados conhecerem antes da votação o teor do documento, diante das dúvidas sobre a manutenção do texto



O deputado Zeca Viana (PDT) cobrou o relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Obras da Copa do presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (PSB), e do vice-presidente, Gilmar Fabris (PSD).


O presidente Botelho atendeu o requerimento do deputado Zeca, vai distribuir relatório da CPI aos deputados e a votação foi adiada para a próxima terça-feira (25).


“O relatório está concluído. Nós não vamos votar porque vamos distribuir a partir de hoje a todos os deputados. E marcamos avotação para próxima terça-feira”, avisou Botelho.


Em seu argumento, o deputado justificou a necessidade dos deputados conhecerem antes da votação o teor do documento, diante das dúvidas sobre a manutenção do texto.

 

Além do relatório da comissão ter apontado irregularidades identificadas pelo consórcio construtor das obras em Cuiabá da Copa do Mundo de 2014, como o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).


“Eu sei do trabalho que a CPI teve. Mas está me pairando um sentimento de alguma coisa estranha, porque o nobre sdeputadoecretario, nosso colega, veio para esta Casa, segundo a Imprensa, para convencer os colegas a não votarem o relatório”, afirmou Viana.


O deputado ainda disse que ele tem um parecer do Conselho Regional de Agronomia (Crea-MT) que reprova a forma de pagamento proposto para a retomada das obras do VLT e a continuidade pelo mesmo consórcio ou empresas vinculadas à a ele.

 

Na obra do VLT já foi utilizado R$ 1,066 bilhão e não foi concluída. Ela era uma das prioridades estruturantes para a Copa do Mundo de 2014 em Cuiabá.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2013 - Todos os direitos reservados