Segunda, 30 de maio de 2011, 17h53
Tamanho do texto A- A+


Política / DF

Senado exclui impeachment de Collor de galeria histórica da Casa

Reinaugurada nesta segunda-feira pelo presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), a exposição de painéis permanente da Casa, sobre a história política do País desde 1822 até os dias atuais, ressurgiu sem o painel que conta o impeachment do ex-presidente e atual senador pelo Estado de Alagoas, Fernando Collor (PTB). Sarney justificou a ausência dizendo que o fato foi "apenas um acidente" e "não é tão marcante" como outros retratados na mostra.


A exposição fica no corredor chamado de túnel do tempo, que leva às salas das comissões, para o plenário do Senado e por onde circulam, em média, 5 mil pessoas em dia de maior movimento. Antes da reforma, o painel sobre o impeachment de Collor fazia parte da coleção.


Para Sarney, que já foi presidente da República, o fato não é grave. "Não posso censurar os historiadores que foram encarregados de fazer a história. Agora, eu acho que talvez esse episódio seja apenas um acidente e não devia ter acontecido na história do Brasil. Não é tão marcante como foram os fatos que aqui estão contados, que construíram a história e não os que, de certo modo, não deviam ter acontecido", afirmou.


Em nota, a Secretaria de Comunicação do Senado, responsável pela confecção dos novos painéis, afirmou que o foco da exposição é mostrar o trabalho do poder Legislativo, e não os fatos da história brasileira.


"Os fatos históricos da mais antiga Casa legislativa do País são narrados em dezesseis painéis, com textos e imagens, seguindo a linha cronológica da história do Brasil desde 1822. A partir da Constituição de 1988, a opção dos historiadores foi destacar os fatos marcantes da atividade legislativa. O foco da exposição é mostrar a produção legislativa do Congresso Nacional. A discussão e aprovação das leis é a essência do que faz o parlamento como poder republicano", afirma o comunicado.


AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados