Segunda, 25 de abril de 2011, 15h44
Tamanho do texto A- A+


Política / TERCEIRIZAÇÕES

Taques alerta contra "picaretagem" na saúde pública


O senador Pedro Taques (PDT) criticou na tarde hoje (25) a opção do governo do Estado em repassar a organizações sociais de saúde (OSS) a atribuição de administrar hospitais regionais de Mato Grosso. Para Taques, a transferência da responsabilidade do Estado para entidades deste tipo serve apenas para encobrir “picaretagens”.


A declaração foi dada ao programa “Cidade 40 Graus”, da Band Mato Grosso, que contou com a participação do Mato Grosso Notícias. O senador, que participa neste momento de uma audiência pública que discute a privatização da agência de saneamento de Cuiabá (Sanecap), se posicionou contrário à terceirização de serviços essenciais à população para organizações privadas.


Sobre a saúde, o senador lembrou que o Instituto Pernambucano de Assistência e Saúde (IPAS), que está prestes a assumir o Hospital Metropolitano de Várzea Grande, está sendo investigado por supostas irregularidades cometidas em unidades de saúde de Pernambuco e Alagoas. O secretário estadual de Saúde, Pedro Henry, esteve em Recife para verificar os trabalhos desenvolvidos pelo IPAS em hospitais e unidades de pronto atendimento e voltou a Mato Grosso convicto de que este é o melhor sistema de gerenciamento hospitalar. Os médicos do Estado discordam do secretário e temem que a saúde se transforme em mercadoria. Por isso estão em greve há mais de um mês.


Copa- O senador falou ainda sobre a preparação de Cuiabá e Estado para a Copa do Mundo de 2014. “Precisamos aprimorar o sistema de fiscalização das obras e evitar que haja desvio de dinheiro público. Para isso é preciso um trabalho reforçado do Tribunal de Contas da União, do Ministério Público e órgãos fiscalizadores”, disse o senador em resposta à pergunta formulada pelo editor do Mato Grosso Notícias, Daniel Pettengill, durante o programa. Quanto à Agecopa, Taques disse esperar celeridade nos trabalhos e menos politicagem. A agência está agora sob controle do ex-secretário chefe da Casa Civil Éder Moraes.


AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados