Quarta, 04 de maio de 2011, 07h44
Tamanho do texto A- A+


Variedades / VIDA

Em entrevista, Fátima Bernardes revela um pouco de sua vida

Em entrevista à revista "Claudia" de maio, Fátima Bernardes afirma que ser uma das mulheres de maior prestígio do país, zelar por uma família com três adolescentes e ainda assim conseguir cuidar do casamento não são tarefas fáceis. No entanto, a rotina já não assusta mais a jornalista que aprendeu a levar tudo com serenidade, mesmo nos momentos em que precisa pesar as escolhas.


Em 7 temas, que envolvem valorizar, namorar, compreender, errar, trabalhar, delegar e amadurecer, Fátima conta que o segredo é não confrontar o tempo e sim aprender com ele. Mesmo muito bem resolvida, a editora do Jornal Nacional desabafa: "Tenho muita dificuldade em demonstrar fragilidade ou fraqueza". Ao lado do marido, William Bonner, a jornalista comanda o maior telejornal do país.


Fora das telas, apesar da boa relação de 21 anos com o marido, romântico do tipo que dá presentes sem datas especiais, Fátima defende que não existe receita para um casamento duradouro, mas ressalta algumas conclusões: "Amor e sexo são determinantes. E aí vem o resto: compartilhar sonhos, projetos e ideais de futuro", afirma.


Cuidar da família é mais um dos desafios da vida de Fátima. Ela conta que descarta manuais para lidar com Beatriz, Laura e Vinícius, seus trigêmeos adolescentes, hoje com 13 anos. "Até brinco que somos uma empresa: quando algo não vai bem, a gente se reúne e conversa". Preocupada com a aparência, Fátima assume ter um pouco de medo do futuro. "Acredito realmente que a gente melhora com os anos. Por outro lado, acho difícil me acostumar com as mudanças físicas que a idade começa a trazer. Mas a guerra contra o tempo é uma guerra perdida. Prefiro direcionar minha energia para ganhar brigas boas", diz.


Mesmo assim, a âncora do JN não tem planos de retardar o envelhecimento com plásticas, mas assume que aplica botox ao redor dos olhos. "No dia em que fizer, não será para ficar com cara de quem tem 30 anos, mas para ganhar um ar mais descansado", explica. Mas tudo que envolve a aparência de Fátima Bernardes repercute. Foi assim em 2002 quando fez escova progressiva. "Meu cabelo é patrimônio nacional", brinca.


AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados