Sexta, 10 de agosto de 2018, 10h48
Tamanho do texto A- A+


Variedades / na frança

Grupo Flor Ribeirinha prossegue em turnê

O grupo esteve na cidade de Soyaux, onde mostrou no teatro Espace Maurisse, o espetáculo Mato Grosso Dançando o Brasil

O grupo Flor Ribeirinha de São Gonçalo beira rio, que completou 25 anos de fundação na última semana, continua participando de vários Festivais de Folclore na França. O grupo esteve na cidade de Soyaux, onde mostrou no teatro Espace Maurisse, o espetáculo Mato Grosso Dançando o Brasil. O grupo esteve também na cidade de Pouliguen, localizadas na região norte França.

Durante as apresentações, o Flor Ribeirinha apresentou um repertório bem variado, incluindo o rasqueado cuiabano, as músicas Terra e Útero do Mundo, além de Asa Branca, Canta Brasil, Garota de Ipanema, Brasileirinho e Aquarela do Brasil. O diretor musical do grupo Flor Ribeirinha, Edmilson Maciel, ressaltou a importância do espetáculo Mato Grosso Dançando o Brasil no contexto da musicalidade que reúne diferentes ritmos. “É gratificante mostrar a riqueza dos ritmos brasileiros em outros países. O que predomina dentro de um festival é a dança e a musicalidade de várias nações”, assegurou.

O diretor artístico e coreógrafo do Grupo Flor Ribeirinha, destacou que o espetáculo Mato Grosso Dançando o Brasil, é composto de vários ritmos, sendo o carro-chefe, o siriri, a dança típica mato-grossense que traz o ritmo contagiante embalados pela viola de cocho, o mocho e o ganzá. A dança do boi bumbá é uma manifestação nascida em Parintins, que mostra a disputa entre os bois Garantido e Caprichoso. O espetáculo tem uma celebração indígena, com as presença da rainha do folclore Cunhã Poranga, o pajé, os bois e a sinhazinha da fazenda. “No final, mostramos o samba, considerado uma das principais manifestações culturais brasileira. Estamos honrados pela representatividade do nosso país e do nosso estado e felizes pela receptividade do povo francês”, disse ele. 



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados